terça-feira, 20 de junho de 2006

Sobre as "Energias do Universo"



Tem vezes que queremos que certas coisas aconteçam ou deixem de acontecer. E isso acontece muitas vezes, de várias maneiras diferentes. Mas devemos ter cuidado com impedimentos aos nossos objetivos. Ou com os impedimentos que nós mesmos causamos.


É claro que devemos buscar, e lutar, e nos esforçar para alcançar o que queremos - ou para afastar o que nos atrapalha. Mas muita luta causa impedimentos no fluxo das "energias do universo".

É só lembrar que todo mundo também está lutando e querendo fazer valer sua vontade. No final é você contra o outro. Ou pior: você contra todo o mundo. É isso o que eu quis dizer com "energias do universo": você não está sozinho, há outras pessoas por aí, cada uma buscando seu próprio espaço.

Mas eu encaro esse pensamento a partir de um lado menos agressivo. Talvez possa ser descrito como um lado mais acomodado: eu simplesmente deixo a "energia" fluir. É óbvio que não a deixo fluir totalmente livre, eu dou meus empurrões ou construo minhas "barragens" para acelerar ou frear coisas.

E quando a gente passa por momentos assim tudo fica estranho, e até engraçado. Podemos até passar por momentos constrangedores por agir sem saber o que as pessoas estão esperando. "Quebar a cara" faz parte. Depois é ir em frente, tentar de novo ou ter a sapiência de saber e a calma de aceitar caso não tenha mais jeito.

Nenhum comentário: