sexta-feira, 31 de março de 2006

Libera Softwaro


Muito tempo sem atualizar (sempre me queixo disso) e postando sobre um assunto atrasado...

Sábado, 24 de março, FIC Fortaleza: FLISOL - Feira Latinoamericana de Instalação de Software Livre.

Pequeno, mas perfeito. Aliás: menor que o movimento realmente é. Faltou o pessoal da Mandriva (snif, snif, eu queria um CD...). Mas tudo bem, haverão outros eventos e eu bem que podia baixar a iso. Muito boas as palestras - principalmente a sobre software livre na educação, um ótimo projeto (até minha mãe, como boa ex-professora que é, vai colaborar).

Faltou divulgação e faltou quem fosse. Não encontrei muita gente conhecida, nem quem havia prometido/combinado ir. Só o Pedro "Louco" e o Tarcilton, da SEDAS e do Slack. Alguns eu conheço só de ver pelo CEFET ou pelos outros eventos e nem sei o nome.

Ainda tentei colocar o esperanto na jogada, mas só cheguei a uma conclusão bastante lógica: não se força a adoção de um padrão, o padrão apenas reflete a documentação do que é mais utilizado. Se o inglês já é utilizado pela comunidade, não adianta jogar discursos a favor do esperanto, mas vamos começar a adotá-lo e gerar discussões ao redor dele.

quinta-feira, 9 de março de 2006

Mulher = Problema?


Um pouco atrasado, uma homenagem ao dia das mulheres e uma propaganda pro meu irmão...

No Blog do meu irmão, ele escreveu ontem uma ruma de coisas para as mulheres. Uma (que eu já conhecia) me chamou atenção e eu pensei novamente no assunto é aquela prova que ele colocou lá de que "Mulher = Problema".

Eu pensei melhor, analisei as equações, e cheguei à conclusão de que há um erro nisso tudo. Dê uma olhada lá e voltem aqui para ver a correção:

Ele começa dizendo que para se ter mulher, precisa-se de tempo e dinheiro. Isso é óbvio.
Mulher = Tempo x Dinheiro

Depois ele recorre àquela afirmação universal de que
Tempo = Dinheiro

Então o carinha que fez o trabalho lá substitui na primeira equação, fazendo
Mulher = Dinheiro2

Até aqui tudo bem. Mas então há o erro. Ele diz que "O dinheiro é a raiz de todos os problemas". Não é bem assim, na verdade "A falta de dinheiro é a raiz de todos os problemas". Então temos que
-Dinheiro = v/Problemas¬

(Isto é a melhor raiz quadrada que eu posso "desenhar" agora)

Atenção ao sinal de menos (-). Vamos mudar para o outro lado:
Dinheiro = v/-Problemas¬

Finalmente voltamos à linha de pensamento original:
Mulher = (v/-Problemas¬)2

Quando fazemos o cancelamento, devemos prestar atenção ao sinal de menos:
Mulher = (v/-1 x Problemas¬)2

Lembrando dos números complexos, a raiz de "menos um" (v/-1¬) é i:
Mulher = (i x v/Problemas¬)2
Mulher = i2 x Problemas
Mulher = -1 x Problemas
Mulher = -Problemas

Fica então provado que "Mulher é igual a menos Problemas".

Mas depois de uma dessas, fica mais comprovado ainda o que o experiente Fernando Melo daqui do SERPRO diz: "O bicho é bom, mas é complicado!". Ou melhor: "Mulher complicada" é pleonasmo.


domingo, 5 de março de 2006

Aiai, minha mente dói...

Amanhã tem a temida prova para o certificado de alemão. O problema é que eu não consigo parar para estudar. Não tenho paciência para isso. É claro que eu liguei o computador com a desculpa que iria entrar num site e estudar online. Ora mais, é claro que não fiz isso, afinal estamos falando do Xis...

E tem mais o curso de esperanto que eu tenho vontade de começar. Me sinto meio estranho, na verdade sou muito do tipo "estranho no ninho" quando o assunto é esperanto, pois nunca participei ativamente do movimento. Fazer o quê? Pelo menos vou oferecer uma alternativa mais simples para os CEFETianos participarem deste mundo maravilhoso e livre (que final tosco...)

Daí eu invento de traduzir Fernando Pessoa:

"La valoro de la aferoj ne estas en la tempo, dum tio ili daŭri, sed en la intenso, en tio ĝi okazas. Tial ekzistas neforgesablaj momentoj, neklarablaj aferoj kaj nekomprarablaj personoj."